‘Nesting’: não às infinitas atividades, sim ao tempo de qualidade em casa

A tendência que defende que se deve passar tempo de qualidade em casa ao fim de semana – quer seja a ler, conversar com a família, fazer jardinagem, cozinhar ou simplesmente fazer rigorosamente nada -, tem vindo a ganhar força e a cativar quem corre pelos dias. Os níveis de ansiedade baixam, o stress perde terreno.

Para ler em: http://observador.pt/2017/08/08/nesting-nao-as-infinitas-atividades-sim-ao-tempo-de-qualidade-em-casa/.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *